Qualidade Real de Obras: CTE expande avaliação no estado de SP

Consumidor está mais exigente quanto à qualidade dos empreendimentos habitacionais

 

Com a crescente exigência dos consumidores sobre a qualidade dos edifícios habitacionais, empresas que atuam em cidades do interior de São Paulo – como Danpris, Zafir, Paulo Makoto, J.Bianchi, Planeta e Cataguá – têm se preocupado em controlar melhor os serviços que executam nas obras, principalmente para garantir um produto que atenda tanto as normas técnicas como os critérios de qualidade adequados.

Utilizando o Programa de Qualidade Real de Obras (QRO) do CTE como ferramenta de gestão da qualidade do produto final, essas construtoras realizam o acompanhamento e o controle da qualidade da execução dos serviços de suas obras.

O QRO, desenvolvido com metodologia própria do CTE e alinhado aos critérios de qualidade de cada empresa, foi criado com o objetivo de auxiliar as empresas incorporadoras e construtoras a controlar a qualidade e o desempenho do produto acabado em cada fase da obra, desde a locação no terreno e execução da fundação até a fase de acabamentos e finalizações para entrega ao cliente final.

As inspeções técnicas feitas pela equipe CTE utilizam softwares AutoDoc (sistema via web e aplicativos em celular) para monitorar o produto executado e a gestão da obra, gerando um indicador de qualidade mensal. Os resultados do QRO permitem a análise da evolução da qualidade das obras no decorrer de todo o prazo de execução e uma comparação (benchmarking) entre o desempenho de todas as obras da empresa.

“O QRO vem de encontro a uma das grandes necessidades das empresas que atuam na incorporação e construção: obter dados reais do desempenho de cada obra e manter uma gestão eficiente tanto da execução de serviços como do controle de tecnologias e materiais, a fim de garantir a qualidade final dos seus empreendimentos e evitar problemas futuros no pós-entrega”, afirma Maurício Hino, diretor da área de Qualidade & Tecnologia do CTE.

 

As construtoras paulistas que aderiram ao QRO

 

A Construtora Paulo Makoto (que atua em Mauá) e a J.Bianchi Construtora (que atua em Mogi das Cruzes), por exemplo, decidiram pela implantação-piloto do QRO inicialmente em uma obra, para ajustes dos critérios de conferência e aprovação da qualidade.

A Danpris Empreendimentos Imobiliários e a Zafir (que atuam em Osasco) estão utilizando também o QRO: a Danfris em três empreendimentos, a Zafir em dois, e ambas em um empreendimentos em que são parceiras.

Já a Construtora Planeta implementou o QRO em todas as suas obras de Sorocaba desde o segundo semestre de 2015. São 10 empreendimentos residenciais (edificações de múltiplos pavimentos) entregues ou em execução dentro do escopo do programa.

A Construtora Cataguá começou a realizar o QRO no final de 2016, fazendo a avaliação da qualidade de suas obras em Piracicaba, Limeira, Pirassununga e Conchal. São seis empreendimentos residenciais, abrangendo edifícios de múltiplos pavimentos e conjuntos de casas térreas.

Até maio de 2017, mais de 400 empreendimentos em todo o país receberam as avaliações e inspeções do sistema QRO pelas equipes de Qualidade & Tecnologia do CTE com grande satisfação dos clientes.  

 

VEJA ALGUNS EMPRENDIMENTOS QUE UTILIZAM O QRO

 

 

Para saber mais sobre o QRO e os produtos na área da Qualidade que o CTE oferece aos seus clientes, entre em contato com:
Thamires Aires – Responsável Comercial da área de Qualidade & Tecnologia do CTE – taires@cte.com.br - 11 2149-0300